Ciência no Convento (21 JUL)

Na última sessão antes da pausa para férias, três investigadores explicaram os seus projetos de doutoramento à audiência que se juntou no Convento do Carmo.

Patrícia Fernandes lançou o desafio: “Os regimes democráticos também usam a manipulação da linguagem para orientar o pensamento coletivo”. Surpresa. Não há diferenças entre regimes totalitários e democráticos: o poder da linguagem é o mesmo. Intrigada pelos movimentos cívicos – «Occupy movement», «Movimiento 15-M», «Indignados» – a investigadora do Centro de Estudos Humanísticos da UMinho estudou o discurso de austeridade e procurou o sentido de expressões que, defende, contribuem para “suspender o juízo das pessoas”. “Os políticos são bons nisto” e quando dizem que “vivemos acima das nossas possibilidades” ou “é preciso cortar nas gorduras do Estado” sabem que estão “a manipular”. Para a investigadora da UMinho, a direita domina melhor a técnica: “A esquerda não tem uma narrativa que seja convincente para as pessoas porque apresenta sempre propostas para o futuro, para o desconhecido, enquanto a direita dá o passo atrás, fala de coisas que as pessoas conhecem e sabem que existem”. A noite, estava visto, prometia.

Carla Capelassi atravessou o oceano para concretizar o seu projecto de doutoramento em engenharia têxtil. Tem nas mãos um grande problema: a falta de padronização no vestuário no Brasil. Graças à tecnologia de body scanner 3D, disponível no Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil da UMinho, está mais próxima de uma resposta, mas o caminho que tem de percorrer até alcança-la é exaustivo. “Preciso atrair mulheres brasileiras [risos na sala] que façam o favor de ir até ao equipamento e uma vez lá pedir-lhes que se dispam. Não é fácil, não… [mais risos] ”. Ainda assim, Capelassi fez tudo bem: já convenceu cerca de 80 mulheres residentes em Portugal e oriundas de diferentes regiões do Brasil, a submeterem-se ao «shape». Num país tão grande a miscigenação encarregou-se de dificultar a padronização, mas a colecção de dados “já é significativa” e o objectivo é chegar a uma tabela de medidas de vestuário que permita produzir peças para testar nas mulheres brasileiras”.

Habituado a regularidades, Celestino Magalhães, professor do ensino básico e investigador em TIC vê nos padrões um problema. “Os miúdos estão sempre agarrados aos telemóveis e aos tablets e eu pensei: se é inevitável porque não aproveitamos isso a nosso favor?”: E se bem o disse, melhor o fez. “Resolvi dar a volta e usei um editor de vídeo, o Clipit, para tentar resolver os problemas de aprendizagem das matérias difíceis de ciências”. Convencer os alunos foi fácil. Envolver os colegas professores implicou mais trabalho: identificar os conceitos complexos em cada disciplina (da matemática à física e química passando pelas ciências naturais) e deixar nas mãos dos alunos a abordagem a esses temas. “Só tinham de produzir um vídeo, o que implicava um guião e edição de imagem com recurso aos seus telemóveis. Foi um sucesso”, garantem os resultados que Celestino já espreitou mas ainda não analisou. “Fiquei muito surpreendido com os trabalhos que recebi, com a criatividade e qualidade das abordagens, dos alunos certinhos aos que tinham mais dificuldades. Esta experiência demonstrou que os miúdos estão mais motivados e empenhados em outros métodos para aprender”. O passo seguinte é redigir e defender a tese e partilhar os resultados com o Ministério da Educação. “Quem sabe, se não olham com interesse para este estudo…”.

O PubhD UMinho vai de férias, mas regressa no outono com mais uma série mensal de apresentações a decorrer nas cidades de Braga e Guimarães. Quem quiser participar só tem de inscrever-se em stolscience.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s